REVIEW | Box mangá Dragon Ball – Vale a pena?

intro
 
 
 
No final de outubro deste ano, a Panini Comics Brasil iniciou a venda da coleção de mangás de Dragon Ball, o Box Mangá Dragon Ball!
Sendo uma das maiores franquias do último século, Dragon Ball continua sendo referência, tanto no mercado de quadrinhos quanto no de animações, 32 anos depois do lançamento de seu primeiro capítulo no semanal da Shonen Jump.
Contando com 42 volumes e 519 capítulos (Dragon Ball e Dragon Ball Z), além da atual serialização de Dragon Ball Super, que conta com 18 capítulos, o mangá criado por Akira Toriyama segue firme e forte, contando com diversos spin-offs e outros mangás baseados em produtos derivados da saga. Isso sem contar com os games, animês e filmes.
No Brasil, o mangá já foi publicado pela Conrad, em uma versão que compilava menos capítulos em seus volumes, o que resultou na publicação de 83 edições, sendo 32 de Dragon Ball e 51 de Dragon Ball Z. Posteriormente, a editora tentou trazer ao Brasil a Edição Definitiva (Kanzenban). De 34 volumes, apenas 16 foram publicados, devido ao cancelamento da série em 2011.

A famosa "coleção da capa vermelha", a Edição Definitiva de Dragon Ball não deu certo por aqui.
A famosa “coleção da capa vermelha”, a Edição Definitiva de Dragon Ball não deu certo por aqui.

A principal falha da Conrad em relação ao Kanzenban de Dragon Ball foi o tempo. Isso mesmo, o tempo. Os mangás eram vendidos por cerca de 20 reais na época, e a qualidade acabava por ser extremamente superior à dos demais produtos da editora e do mercado em geral. O público simplesmente não estava pronto para esse tipo de produto (lembrando que a coleção foi publicada entre 2005 e 2009). Hoje, 34 volumes poderiam ser adquiridos em uma coletânea ou individualmente por muitos leitores, dependendo do intervalo de publicação entre cada volume (fica a dica, Panini).
produto

Box Mangá Dragon Ball

O box contém 42 volumes, o que engloba toda a saga original de Dragon Ball, desde o primeiro capítulo até o fim de Dragon Ball Z.
O papel é padrão das publicações da Panini, bem como o formato, dimensões e capa.
O encarte do box de mangás do Dragon Ball é muito bonito, contém ilustrações do mangá, e uma arte incrível na parte traseira, que remete ao fim de Dragon Ball Z, com Goku adulto e uma “memória” de como tudo começou.
5s85afe
Se alinhados, os volumes formam uma imagem na lombada, com o título Dragon Ball e personagens que remetem às sagas de seus respectivos volumes.

Preço

O preço também é agradável. O box sai no valor de R$ 397,80, podendo ser parcelado em até seis vezes sem juros. O frete é gratuito e o box acompanha um marca página com a ilustração da capa do primeiro volume a a ilustração da lombada em sua parte traseira, além de um poster com os personagens principais da série.

Box Mangá Dragon Ball
Foto: reprodução.

O valor parece alto, mas vale lembrar que cada volume custou R$ 10,90 durante a publicação regular, totalizando o valor de R$ 457,80. A expectativa dos fãs que compraram as edições separadamente na época do lançamento original é de que a Panini inicie as vendas do box com os “brindes” separados dos mangás, algo que deve acontecer em breve. (Fica a dica de novo, Panini!)
O prazo para produção e entrega é de 4 a 6 semanas, e o produto chegou em minhas mãos após 4 semanas. Foi uma surpresa, já que o e-mail de confirmação de entrega à transportadora nunca chegou no meu e-mail.

Embalagem e Entrega

Qualquer comprador regular dos produtos da Panini já teve ao menos uma experiência negativa com os produtos, possivelmente pela falta de revisão nos textos dos quadrinhos, amassados, papel amarelado ou grudado, e coisas do tipo.
Os mangás, porém, sempre receberam algum cuidado especial na hora da revisão. É bem mais fácil encontrar erros em quadrinhos de personagens da Marvel e DC, por exemplo.
Ainda assim, o box não inclui apenas mangás reimpressos, mas também alguns mais antigos, onde o papel está amarelado e as capas com algumas manchas pequenas em suas extremidades, mas nada que comprometa muito a qualidade das mesmas ou estrague a arte.
Os volumes do Box Mangá Dragon Ball são todos lacrados com plástico. Alguns vieram com uma espécie de cola, que acabou por grudar alguns volumes uns nos outros, destruindo parte do plástico, mas não afetando os volumes em si. O encarte também possui alguns amassados nas partes inferiores e a parte frontal da caixa parece um pouco forçada para frente, algo que deve ter acontecido por conta do manuseio/transporte.
Apesar dos pequenos problemas, os fãs devem gostar bastante da coleção. Para colecionadores em geral e fãs da obra, é um item que não pode faltar.
Se você deseja comprar, entre em contato com a Panini, pois a coleção se encontra esgotada e muitos compradores já anunciaram o produto no Mercado Livre por preços exorbitantes. Dê preferência a produtos comercializados pelos distribuidores oficiais, não faz tanto tempo assim que o box foi lançado e compradores acabam com estoques a fim de beneficiarem a si mesmos.
futuro
 
 

Fica a Dica, Panini!

Bom, com o excelente resultado das vendas da coleção, a Panini pode investir mais na saga e comercializar produtos derivados de Dragon Ball, tais como o mangá Jaco – O Patrulheiro Galáctico, que conta as aventuras de Jaco, um patrulheiro que ficou preso na Terra antes dos eventos de Dragon Ball. O personagem apareceu pela primeira vez em seu mangá solo, mas o sucesso foi tanto, que Jaco deu as caras no filme Dragon Ball Z: O Renascimento de Freeza e se tornou personagem regular em Dragon Ball Super.

Jaco, Omori e Tights, irmã mais velha de Bulma (que também já apareceu em Dragon Ball Super).
Jaco, Omori e Tights, irmã mais velha de Bulma (que também já apareceu em Dragon Ball Super).

E por falar de Dragon Ball Super, a Panini pode também adquirir os direitos e lançar os primeiros volumes do mangá ilustrado por Toyotaro e escrito por Akira Toriyama. Super é a “continuação” de Dragon Ball Z, e tem sua animação atualmente exibida no Japão e também no Brasil (este último pelo Crunchyroll, ainda sem dublagem).
Capa do primeiro volume de Dragon Ball Super, ilustrado por Toyotaro e escrito por Akira Toriyama. A capa faz referência ao volume 1 de Dragon Ball.
Capa do primeiro volume de Dragon Ball Super, ilustrado por Toyotaro e escrito por Akira Toriyama. A capa faz referência ao volume 1 de Dragon Ball.

Outras obras como Nekomajin, Nekomajin Z (paródias que integram o universo expandido da saga) e Dr. Slump também merecem edições no formato de mangás da Panini e poderiam resultar em ótimas vendas.

Além disso, ainda em Dragon Ball, há a versão Full Color, que foi lançada no Japão. Se lançada nos moldes de Naruto Gold, versão especial publicada pela Panini, deverá fazer sucesso entre os fãs de Dragon Ball, e pode servir como uma alternativa de maior qualidade (e preço) ao box original e aos volumes individuais tradicionais.
Goku vs Vegeta mangá
A épica luta entre Goku e Vegeta no mangá Full Color.

E aí, curtiu? Não se esqueça de se inscrever no nosso canal do YouTube para muito mais. Deixe seu gostei e compartilhe com os amigos!
Você comprou ou vai comprar o Box Mangá Dragon Ball? Conte-nos o que achou e o que espera para o futuro da franquia no Brasil!
Se não comprou ainda, não espere mais! Clique no link abaixo!
Comprar o box de mangás do Dragon Ball!