Mangá Banana Fish irá ganhar adaptação em anime.

Mangá foi lançado nos anos 80.

Foi anunciada de forma inesperada a adaptação para anime do clássico mangá Banana Fish, obra de Akimi Yoshida.
Um dos principais motivos para adaptação se devem a comemoração de sua autora, Akimi Yoshida, que completará 40 anos de carreira.
Com um elenco rodado e de trabalhos recentes muitos positivos, Banana Fish será dirigido por Hiroko Utsumi (Free!), com roteiro de Hiroshi Seko. Produzido pelo estúdio MAPPA, o anime será lançado em 2018.
Confira o teaser divulgado:

Banana Fish foi um mangá Shoujo de Akimi Yoshida, publicado entre 1985 e 1994 pela revista Magazine Bessatsu Shōjo Comic, da Shogakukan, tendo 19 volumes, onde obteve um relançamento compilando a versão em 11 volumes. Posteriormente a obra foi publicada completamente pela editora VIZ nos Estados Unidos. Com grande sucesso no Japão, a série tem milhares de adaptações da obra, como teatro, radionovela e até mini-spin-offs: Private Opinion, Angel Eyes, The Garden e Holy Light.
Se você procura um excelente romance em mangás e animes, sem ver fórmulas batidas ou um ostracismo em temas, Banana Fish é um prato cheio por sua originalidade na trama, e personagens carismáticos e bem desenvolvidos.
Um grande atrativo do mangá são as gangues de rua, máfia, perseguição e a estética dos anos 80 e 90.


Fique com a sinopse:
“Vice City : New York, anos 80. A natureza fez Ash Lynx um cara bonito; mas o tempo fez dele um assassino cruel e frívolo. Uma criança fugitiva criada como um herdeiro adotado, um guerreiro treinado, e o brinquedo sexual de seu “Papa”, Dino Golzine, o senhor do crime da Costa do Oeste Oriental. Ash está agora na idade rebelde dos dezessete anos – abandonando o reino de poder e riqueza, realizada pelo demônio que o ressuscitou, preferindo um código para viver entre uma pequena, mas fiel, gangue de bandidos de rua. “Papa”, porém, não pode simplesmente deixá-lo ir. Não quando descobre que o segredo que levou o irmão mais velho de Ash a loucura, no Vietnã, poderá cair em suas mãos insaciavelmente ambiciosas. É exatamente o momento errado para Eiji Okamura, um jovem fotógrafo do Japão, de coração puro, chegar em Nova York e travar conhecimento de Ash Lynx… e ao seu lado, ser atraído para dentro de um redemoinho sangrento de orgulho, ganância, luxúria e ira desencadeada pelo enigma de codinome Banana Fish.”