Guardiões da Galáxia – Chris Pratt comenta situação do elenco após demissão de James Gunn

Protagonistas da franquia demonstraram apoio ao cineasta.

No dia 20 de julho todos fomos surpreendidos com a notícia de que James Gunn, diretor da franquia Guardiões da Galáxia, havia sido demitido após um resgate de antigos tweets ofensivos (leia mais). Em declaração ao The Associated Press, o ator Chris Pratt (Peter Quill/Senhor das Estrelas), comentou sobre como o restante do elenco se encontra no momento.

Não são tempos fáceis. Nós todos amamos James, e ele é um bom amigo nosso, mas nós também amamos fazer os Guardiões da Galáxia. É uma situação complicada para todos nós. E sabe, nós só queremos seguir em frente, fazer o que é certo e ser as melhores pessoas que podemos ser

A demissão do diretor aconteceu em um dos dias em que acontecia a San Diego Comic-Con, um dos maiores eventos de cultura pop do mundo. Confirmado no evento para divulgar um novo projeto, após a polêmica, James Gunn teve sua presença cancelada. Por sua vez, Chris Pratt também comentou sobre o evento e a carta aberta que assinou ao lado dos demais atores protagonistas de Guardiões da Galáxia em suporte a Gunn.

Eu adoro ir para a Comic-Con, mas acabei não fazendo muitas entrevistas naquela época porque foi tudo tão chocante. Tudo o que sei é que dedicamos muito tempo, pensamento e esforço à declaração que divulgamos sobre isso. E acho que todos nós queremos que essa declaração seja essencialmente o que temos a dizer sobre isso. nós fomos muito claros e honestos sobre como nos sentimos

Confira a carta:

❤️❤️❤️ #WeAreGroot #RehireJamesGunn

Uma publicação compartilhada por Pom Klementieff (@pom.klementieff) em

 O Marvel Studios ainda não anunciou um substituto para comandar a produção de Guardiões da Galáxia Vol. 3, que deveria inciar suas gravações no final deste ano, com lançamento previsto para 2020, porém deverá manter o roteiro escrito James Gunn.