Talvez 2017 não fique marcado no cinema como um ano apenas de sequências de Blockbusters, ou paralelo a isso, uma sequência de longas estrangeiros e brasileiros no cinema internacional, mas ficará marcado de fato como um ano em que a ficção científica reinou nas telonas.
O número de filmes, cujo o tema é a ficção científica neste ano, é de ao menos 10 longas exibidos nas telas em 2017, um número um tanto diferente, se comparado à leva de filmes nesta temática desde o fim dos anos 90 e início dos anos 2000.
Somente nos anos 80 e início dos anos 90 podem se comparar em questão de números de filmes lançados por ano com o tema de ficção científica.
Sendo assim, com uma leva de sequências e produções originais, vamos a safra de ficções científicas que estrearão neste ano de 2017, fazendo dele o ano da ficção.

Voltar

10. Kong: Ilha da Caveira


Kong: Ilha da Caveira (no original, Kong: Skull Island ) é um filme dirigido por Jordan Vogt-Roberts. O filme é um reboot da franquia King Kong e servirá como base para o segundo filme da franquia da Legendary; Godzila-Kong (que levará a um crossover entre os dois monstros). Possui no elenco Tom Hiddleston, Samuel L. Jackson, Brie Larson, Jason Mitchell, Corey Hawkins, Toby Kebbell, Tom Wilkinson, Thomas Mann, Terry Notário, John Goodman e John C. Reilly. A fotografia principal começou em 19 de Outubro de 2015 no Hawaii. O filme sera lançado no Brasil em 10 de Março.
Kong gira em torno de um ex-militar que viaja com um grupo de desbravadores até a mítica Ilha da Caveira, onde seu irmão desapareceu enquanto procurava o Titan, soro que teria o poder de curar todas as doenças. Além de resgatar o irmão, o ele irá enfrentar as criaturas que habitam o local. A equipe diversificada de exploradores se reúne para se aventurar nas profundezas da ilha desconhecida no Pacífico, tão bonito como é traiçoeira, sem saber que eles estão atravessando para o domínio do mítico King Kong. Enquanto tentam achar um jeito de escapar da ilha, eles terão que enfrentar vários perigos da ilha como os “Skull Crawlers” e outras criaturas do local e provar algo a muito tempo refutado: Monstros existem.

Voltar