Filhos de Duna, terceiro volume da saga de Frank Herbert, acaba de receber uma nova edição: com tradução revisada, novo projeto gráfico, capa dura e, atendendo a pedidos dos leitores, um glossário inédito contendo os significados de termos específicos utilizados na obra.

A nova capa foi produzida por Pedro Inoue (diretor criativo da revista canadense Adbusters e responsável pelas edições de Laranja Mecânica 50 anos e 2001: Uma Odisseia no Espaço, também da Aleph) e com ilustração de Marc Simonetti, o mesmo ilustrador da edição brasileira de Crônicas de Gelo e Fogo e da Trilogia Thrawn.

O romance fecha o arco iniciado em Duna e continuado em Messias de Duna. Nele – assim como em seus precedentes – a visão política e existencial da obra é retomada com maestria, garantindo seu lugar entre os mais importantes livros da ficção científica de todos os tempos.

Passados nove anos após os acontecimentos de Duna, Alia, a única Atreides com idade para governar, ocupa o trono de Arrakis e busca manter o poder nas mãos da sua família, enquanto os filhos de Paul Atreides não possuem idade para tomar seu lugar de direito. Porém, a hegemonia da família está ameaçada – e não só pelos perigos inerentes a Arrakis, pois, de seu exílio em Salusa Secundus, os membros da despojada Casa Corrino tramam uma complexa teia para retomar ao poder.

A saga dos filhos de Paul Atreides já foi adaptada em uma minissérie de televisão pelo canal Syfy em 2003. Já Duna foi adaptado para os cinemas por David Lynch e receberá uma nova versão para as telonas, desta vez assinada por Denis Villeneuve, o mesmo diretor do inédito Blade Runner 2049 e do sucesso de bilheteria A Chegada. O filme ainda não possui uma data para estreia.

Filhos de Duna

Autor(a): Frank Herbert
Tradutor(a): Maria Silvia Mourão
Editora Aleph
Páginas: 528
Preço: R$ 69,90

ViaEditora Aleph
Compartilhar
Informações aqui...