A Netflix disponibilizou os primeiros quatro episódios de Os Defensores da Marvel para o Geekable. Confira tudo que podemos dizer sobre a primeira metade da série (sem spoilers) que estreia no dia 18 de agosto.

Após uma longa espera e quatro séries – uma delas com duas temporadas – finalmente chega a hora de conferir a série que veio com a promessa de servir como Os Vingadores para as séries de TV. O resultado é um festival de cores e a continuação das histórias solo que vimos em Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro.

É preciso deixar claro que é necessário acompanhar as séries já apresentadas para ter total compreensão do que está acontecendo em Os Defensores. Isso pode servir como um balde de água fria para aqueles que não terminaram Punho de Ferro e pretendiam pular direto para a nova série. Porém, pode-se dizer que pular alguns episódios de Punho de Ferro não prejudica tanto a compreensão, sendo que as séries anteriores permanecem indispensáveis.

Desde o começo, ficou definido que Os Defensores contaria com somente oito episódios. Só isso já elimina, na teoria, a possibilidade de haver muitas subtramas desnecessárias ou cansativas, tirando o foco inicial da série ou causando um final com a sensação de que algo ficou faltando – sentida principalmente no final da segunda temporada de Demolidor e em boa parte de Punho de Ferro.

E por falar em Punho de Ferro, é notável a mudança no personagem. A produção das séries da Marvel escutou os fãs e trouxe um Danny Rand diferente. Finn Jones interpreta um Punho de Ferro mais próximo dos quadrinhos e é um dos destaques deste começo. Seguro de si e daquilo que precisa fazer, o Imortal Punho de Ferro serve como um dos pilares da equipe e até nos faz esquecer as falhas da série solo do personagem.

Punho de Ferro: muito ferro e pouco punho – o que deu certo e o que não deu

Um dos pontos altos no papel do herói de Kun Lun durante a trama é, sem dúvida, a sua ligação com o Tentáculo – o que traz uma relação interessante com o Demolidor (Charlie Cox), devido aos eventos das duas primeiras temporadas da série do Atrevido.

E antes de nos aprofundarmos no Demolidor e nos outros personagens, precisamos destacar como a produção da série foi detalhista, a ponto de fazer uso de diferentes paletas de cores para os personagens. Tudo isso ajuda a recuperar a atmosfera das séries solo dos heróis, sem que haja qualquer tipo de descaracterização visual. Nós já havíamos mencionado que as cores traziam segredos no teaser de Os Defensores, muito antes da série estrear.

CORES PARA TODOS OS GOSTOS

O que significam as cores no teaser de Os Defensores?

O vermelho, presente em muitas cenas de Demolidor, os tons de púrpura de Jessica Jones, o amarelo de Luke Cage e os tons de verde, dourado e branco de Punho de Ferro são utilizados em sequências únicas, até que a união dos personagens acontece e temos a predominância do branco, que é justamente a união de todas as cores.

Mas a brincadeira vai além: o branco também é a marca registrada da vilã Alexandra (Sigourney Weaver). Suas intenções são menos globais do que se imagina, trazendo nuances mais humanizadas para a personagem e, de certa forma, amenizando a escuridão que permeia os integrantes do Tentáculo. Alexandra é a primeira grande vilã do Universo Cinematográfico Marvel e, apesar de inédita, inevitavelmente remete a Wilson Fisk (Vincent D’Onofrio), seja pela sua personalidade, a escolha de cores ou seu papel na trama.

A QUÍMICA E A UNIÃO DOS PERSONAGENS

Apesar de ser a culminação das séries apresentadas até agora, Os Defensores une os heróis de uma forma inusitada. Diferente dos Vingadores, que possuem um objetivo em comum, os heróis urbanos acabam se encontrando por acidente e tudo isso acaba sendo muito divertido. Apesar disso, nada tira a magia do momento. A pancadaria come solta, com direito a mais uma das icônicas cenas de corredor.

É ali que vemos como os personagens se encaixam tão bem. Jessica Jones ainda sofre com as consequências de seu encontro com Kilgrave (David Tennant), algo que Matt Murdock parece compreender bem. O fato de o herói ser cego e Jessica Jones (Krysten Ritter) estar quase sempre alcoolizada rende boas piadas com os nomes dos heróis, principalmente no que diz respeito ao Demolidor e às histórias de Danny Rand. Chega a ser engraçado, mesmo para o espectador, ouvir o herói contando como enfrentou um dragão e se tornou o Imortal Punho de Ferro.

A química entre Mike Colter e Finn Jones é digna de nota. É um baita fanservice e deve satisfazer os fãs dos quadrinhos. O mesmo pode ser dito das referências aos Heróis de Aluguel, presentes durante os primeiros episódios.

A sensação de continuidade apresentada para personagens como o Demolidor, Punho de Ferro e Luke Cage traz enorme satisfação. É como sentir um gostinho das temporadas que virão. No caso do Punho de Ferro, Defensores corrige boa parte dos problemas que a série solo apresentou. O mesmo pode ser dito sobre Demolidor: agora sim a Elektra é a personagem que queríamos. A única personagem que parece não ter saído do lugar é Jessica Jones.

A TRILHA SONORA

A trilha sonora fica a cargo de John Paesano, que compôs as duas primeiras temporadas de Demolidor. A sequência de abertura é bem legal e a música torna tudo ainda mais bacana, sendo de longe o melhor tema de abertura até agora.

Por fim, é preciso ter paciência com relação ao que está sendo apresentado. A trama pode parecer óbvia a princípio, mas a partir do quarto episódio, podemos concluir que há mais perguntas do que respostas e que Os Defensores abre as portas do Universo Cinematográfico Marvel para novos começos e momentos épicos.

Os Defensores vem para fechar com chave de ouro a primeira leva de séries da Marvel/Netflix e mostra que, apesar dos tropeços, ainda dá para acertar.

Os Defensores

Além dos já citados heróis, Os Defensores trará de volta personagens como Elektra (Élodie Young) e Stick (Scott Glen), ambos de Demolidor. Mais personagens das demais séries também estão presentes no crossover.

Estrelada por Charlie Cox (Matt Murdock/Demolidor), Krysten Ritter (Jessica Jones), Mike Colter (Luke Cage), Finn Jones (Danny Rand/Punho de Ferro) e Sigourney Weaver(Alexandra). A série chega ao Netflix em 18 de agosto (4h00 no horário de Brasília).

Assista ao trailer de Os Defensores com participação do Justiceiro!

  • Rafa Almeida

    “Retoma”… Tem alguém querendo competir com o UOL e o G1 em termos de sensacionalismo.
    Como se retoma algo que nunca perdeu? Jamais saberemos.

    • Gustavo Mathias

      É uma questão de perspectiva. Eu particularmente não curti tanto Punho de Ferro como as outras, embora ainda tenha gostado de alguns vários elementos.